Amanhã é dia de fazer greve e tomar as ruas contra a Reforma da Previdência

O Governo Temer ainda não conseguiu os votos necessários para a reforma da previdência, mas também não desistiu de destruir nosso futuro. Precisamos de um forte dia de greves e ações nas ruas para derrotar a reforma. Além disso, a intervenção militar no Rio de Janeiro indica uma alarmante disposição do Governo em subir o nível da repressão e consolidar o Estado de Exceção que já vigora nas periferias em todo o país. Tomar as ruas, nesse momento, é também demonstrar capacidade de resistência contra o avanço autoritário, que busca garantir o ajuste neoliberal a qualquer custo!

Aqui na cidade, o transporte público estará paralisado durante toda a segunda-feira e diversas outras categorias estarão em greve. Nós, como parte do movimento estudantil e da classe trabalhadora, estaremos nas ruas ao lado dos movimentos sociais, em total apoio às categorias que ousam lutar.

Nesse Dia Nacional de Greves, Paralisações e Protestos (segunda, 19/02), convidamos todas e todos para somar nas ações contra a Reforma da Previdência, incluindo:

– 9h em diante: concentração na Praça das Lutas (ao lado do TICEN) e ações no Centro da cidade
– 16h: ato público com saída no TICEN

MAIS FORTES SÃO OS PODERES DO POVO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *