A greve da UFSC deve somar forças com a comunidade do Mocotó contra a violência policial

ATUALIZAÇÃO: O ato foi adiado por causa da chuva na sexta-feira (20) e acontecerá na terça-feira (24), às 14h, no mesmo local. As estudantes da UFSC em greve convocam uma concentração às 12h, no Centro de Convivência da UFSC, para produzir materiais e organizar o bloco de solidariedade que irá para o ato.

Nesta sexta (20), as moradoras e moradores do Morro do Mocotó convocam um ato contra a violência policial, após uma ação em que a Polícia Militar de Santa Catarina baleou dois jovens e chegou até a atirar com balas de borracha contra crianças. Esse novo incidente apenas reforça a postura típica que a PM tem nos morros e periferias da cidade, de genocídio e opressão.

Convocamos todos os Comitês de Greve da UFSC a se solidarizar com essa luta, mobilizar esforços para participar do ato e incluí-lo nos seus calendários de mobilização. Precisamos cercar de solidariedade as lutas populares da cidade e criar vínculos junto aos demais setores que dependem da educação pública.

O quê: Ato da Comunidade do Morro do Mocotó Contra a Violência Policial
Quando: Sexta (20), às 14h
Onde: Na entrada do Mocotó, início da Servidão Siqueira, Centro

PELO FIM DO ABUSO POLICIAL NAS PERIFERIAS!
MAIS FORTES SÃO OS PODERES DO POVO!

Coletiva Centospé,
17 set. 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *